GMT |

Altos e baixos da vida de um jogador profissional de poker

Lee DavyGuest Post by Lee Davy, March 6, 2014

O mundo do poker tem várias histórias de sucesso, mas há muitos jogadores que têm dificuldades de sustentar o seu sucesso, porém não sabem fazer outra coisa.

Veja aqui o exemplo de uma destas histórias.

Alguma vez você já se perguntou como deveria ser a vida de um jogador profissional de poker?

A resposta é a mesma para perguntas do tipo: "como deveria ser a vida para um encanador, um mecânico, um médico ou um stripper".

Depende.

Esta é uma resposta comum no poker.

Depende.

Porque a história de cada um é diferente. Duas histórias nuncam serão iguais.

Vou contar a minha história.

Cresci em Reddish, Stockport, no Reino Unido. Era um de quatro filhos e acho que a nossa classificação foi definida como "classe trabalhadora". O único envolvimento religioso que senti foi quando eu era jovem e vi meus pais rezando para que o preço da cerveja e de cigarros nunca superassem o orçamento do dia.

Assim como outras crianças, eu amo jogos.

Minha primeira memória de um jogo foi um jogo de futebol que costumava jogar com meu tio Alan. Devíamos anotar a maior quantidade possível de equipas de futebol que conseguíamos lembrar, cortá-los em pequenas tiras e depois organizar o nosso próprio campeonato de futebol usando dados para representar os pontos. Para tornar o jogo mais realista, decidimos introduzir um sistema de dificuldade após o Leyton Orient ter derrotado o Manchester United por 6 a 1 na final da Taça da Inglaterra em 1999.

Sim, éramos pobres.

Além de futebol, gostava de jogar palavras cruzadas e xadrez com a minha mãe e tornei-me um bom jogador em ambos os jogos. Quando as pessoas me perguntavam o que queria ser quando crescer eu falava que eu queria ser um campeão de palavras cruzadas ou um jogador experiente de xadrez.

 

Adorava jogar e ganhar

Gostava muito do elemento competitivo de ambos os jogos, mas o melhor era ganhar. Senti-me como um oprimido toda a minha vida - e ainda sinto - e acho que isto se explica pelo facto de sempre ter gostado da emoção da vitória e desprezado a derrota.

Mas acima de tudo, o pensamento de jogar xadrez para o resto da vida parecia ser muito mais fácil do que ser um reparador de auto-estrada, o que, aliás, é o que meu pai queria que eu fosse, porque "você pode ganhar muito dinheiro".

Quando eu tinha 10 anos meu pai conseguiu um emprego como engenheiro químico em Grangemouth, na Escócia. As crianças não gostavam de mim porque eu era inglês, mas aos poucos comecei a perceber que se causasse problemas na sala de aula eu ganharia o seu respeito.

Grangemouth, Scotland
(Foto de Grangemouth, Escócia. Fonte: s0.geograph.org.uk)

Meu prestígio na escola começou a melhorar e as minhas notas começaram a piorar. Eu ainda amava xadrez, mas não disse a ninguém que já tinha jogado este jogo.

Lembro-me de esconder minhas peças de xadrez debaixo da minha cama como meu pai costumava esconder suas revistas Playboy debaixo da cama dele.

A partir daí eu nunca quis ser ou fazer nada na minha vida. Começaram a aparecer muitas espinhas no meu rosto, nos meus ombros e nas minhas costas e decidi que era melhor esconder-me do mundo.

Parecia que passei minha vida toda a jogar video games. Eu acordava e a primeira coisa que fazia era ligar o PlayStation. Nem sequer abria as cortinas. Escovar os dentes era uma dor verdadeira e minha mãe dizia-me que o meu quarto tinha um cheiro de "menino".

Tive apenas alguns amigos.

Eles também viviam em suas próprias prisões.

 

Subornar para abrir uma conta de poker online

Aprendi como jogar poker online com um destes amigos. Chamava-se Phil e eu adorava ir para a sua casa porque ele sempre tinha tudo o que uma criança gostava. Seu pai era proprietário de uma garagem e costumava roubar dinheiro das caixas registadoras.

Usamos esse dinheiro roubado para subornar a sua irmã a abrir uma conta online para nós. Depositamos 500£ - tudo roubado de seu pai - e demos para a sua irmã mais 100£ para abrir uma conta para nós.

Sempre sorrio quando leio histórias de jogadores que investiram 10$ e ganharam milhões sem nunca investir novamente. Perdi a conta dos milhares de libras que roubamos do pai de Phil já que apostamos e perdemos.

Sua irmã foi a única ganhadora desta história.

Então, um dia, Phil foi preso e sua conta foi fechada. Eu não tinha mais nenhum motivo para continuar a ser seu amigo.

Não conseguia encontrar um emprego e o único dinheiro que ganhei foi por cuidar de crianças e como DJ sábado à noite num pub local. Ganhava aproximadamente 60£ por semana e gastava no poker online.

pub local em Grangemouth, Escócia

(Foto de um pub local em Grangemouth, Escócia. Fonte: s0.geograph.org.uk)

Então, um dia, enquanto estava a jogar online, tive um bom resultado quando ganhei um lugar no Grosvenor United Kingdom Poker Tour (GUKPT) £1,100 Main Event em Blackpool. Fiz o meu melhor e terminei em terceiro lugar com 50.000£.

Nunca contei para ninguém sobre a minha vitória. Em parte, porque achava que meus pais iriam aumentar meu aluguel, mas também em parte porque estava um pouco envergonhado. A essa altura, era isso que queria fazer na minha vida. O GUKPT fez-me sentir especial.

Em poucos anos, meu jogo tinha melhorado. Comecei a ganhar mais nos eventos 1.000£ e em pouco tempo tinha 100.000£ na minha conta. Também tive alguns bons resultados no jogo online, mas nada comparável com os meus resultados no jogo ao vivo.

Neste momento contei para os meus pais e eles decidiram aumentar o aluguel. Nenhum deles gostou do que eu estava a fazer e fizeram sentir-me uma pessoa sem valor. Meu pai teve dificuldades de aceitar e entendo o seu motivo.

Ele trabalhava 12 horas por dia para que conseguisse sustentar a família e eu ganhava mais do que ele num dia do que ele ganhava num mês.

Comecei a fazer amizades com alguns dos melhores jogadores do Reino Unido. Gostávamos de partilhar estratégias e analisar as mãos que já tínhamos jogado. Este grupo de 5-10 jogadores ganhavam e fora das mesas gastávamos este dinheiro.

Perdi minha virgindade com duas prostitutas em Leeds depois de uma noite com drogas e bebida alcoólica. Demorou algumas horas para conseguir isto e o tempo estava a correr, se entende o que quero dizer. Odiei cada momento. Foi humilhante e não foi como esperava. As meninas riram de mim. Disse aos homens que gostei desta situação.

Sempre senti que algo não estava certo no grupo. Quando tratava-se de poker éramos muito unidos, mas a partir de um ponto de vista pessoal, não sabia nada sobre eles. Costumávamos falar sobre poker, bebidas, drogas e prostitutas.

 

O saldo de poker aumentou

Meu saldo aumentou e da mesma forma meu ego e meu lado competitivo.

Comecei a jogar em todo o mundo. O European Poker Tour (EPT), World Poker Tour (WPT) e, claro, o World Series of Poker (WSOP). Gastava dinheiro à toa como se fosse confete com compras de passagens aéreas no último momento, refeições em restaurantes caros e empréstimos de dinheiro para pessoas que não conhecia bem.

Parecia haver uma regra no poker na qual deve ajudar outros jogadores. Era a única maneira de manter as pessoas no jogo. Lembro-me de ter jogado no WSOP em 2009, quando gastei 100.000$ em empréstimos para outras pessoas - não porque achei que eles poderiam ganhar - mas porque pensei que era a coisa certa a fazer.

fontes de Bellagio, Las Vegas
(Fontes de Bellagio, Las Vegas, Dom Crossley, Flickr)

Então as coisas começaram a piorar.

Deixei de ganhar dinheiro em todo evento e não consegui obter um bom resultado. Não sabia o que fazer. Todo o círculo de amigos estava com dificuldades financeiras, o que tornava mais difícil devolverem o dinheiro que me deviam.

Quando vi o meu saldo bancário diminuir, fiquei preocupado. Eu ainda tinha uma foto de minha conta bancária online que mostrava que tinha 600.000£ na conta.

Hoje tenho apenas 6.000£. 

Estes supostos amigos tinham que me devolver aproximadamente 200.000£.

Onde eles estavam agora?

Alguns deles simplesmente desapareceram. Eles desligaram seus telemóveis e evitaram aparecer em mídias sociais. Outros foram honestos e disseram-me que não tinham o dinheiro para me pagar. O que deveria fazer?

Tudo que eu podia fazer era esperar que um deles conseguisse um bom resultado e assim poderia receber meu dinheiro de volta. Isso nunca aconteceu e quando ganharam dinheiro, eles não contavam. No máximo recebi mil libras de volta e só.

Mas isso não foi o pior.

 

Isto é o que os jogadores de poker fazem

Ajudei alguns jogadores no passado, porque "isso é o que os jogadores de poker fazem". Achei que eles mereciam? Sinceramente não. Ingenuamente pensei que eles eram amigos de jogo. Como se houvesse um código que tinhamos que partilhar.

Estas são as pessoas que mais me decepcionaram.

Tentei desesperadamente voltar ao jogo mas ninguém queria saber.

Será que tornei-me um jogador ruim durante a noite?

Era difícil aceitar isto.

Consegui construir meu próprio saldo desde o início e me senti como um mendigo nas ruas enquanto tentava desesperadamente conseguir dinheiro para jogar no EPT em Londres.

Casas britânicas
(De origens humildes para o EPT de Londres. CC-BY-SA-3.0, Enigma51)

Os momentos mais embaraçosos são quando os jogadores concordam em tomar parte da sua acção num evento pequeno e você tem que pedir o dinheiro porque não pode pagar o buy-in.

As desculpas que dei para as pessoas. As mentiras que contei. Tudo para proteger este ego ridículo criado pelo poker. Por que eu não posso simplesmente admitir que fui à falência? Por que é tão difícil? Posso comportar-me desta forma até conseguir chegar no Evento Principal do WSOP?

Todo mundo virou as costas para mim.

Não posso ver ninguém.

"Eu avisei".

"Obrigado, pai".

Meu pai perdeu o emprego e não conseguiu encontrar outro. As coisas em casa tornaram-se intoleráveis. Tive que sair antes de perder a minha insanidade, mas não podia dar ao luxo de morar em outro lugar.

Apenas um grande ganho.

Continuei tão próximo, mas o charuto estava em Cuba.

"Eu avisei".

Você deve estar a pensar: por que não procurei um trabalho normal?

Boa pergunta.

Foi uma combinação de ego, teimosia, falta de noção e história.

Não poderia conseguir um emprego quando tinha 16 anos e agora é ainda mais difícil. O que posso escrever no meu currículo? Jogador falido que conseguiu ter uma saldo de 600.000£ e, em seguida, deu tudo para outros perdedores.

Esta não é uma boa descrição, certo?

 

O poker é a minha vida

É tudo o que sei.

Não posso desistir deste jogo.

Sou bom jogador e meu próximo ganho está muito próximo.

O poker é a minha vida. O circuito é minha vida.

Passei minha vida a viajar para lugares como San Remo, Monte Carlo, Barcelona, Las Vegas, Veneza e Viena. Esta era minha vida.

Não tinha mais família.

Não tinha ninguém.

Todos abandonaram-me.

Mas as coisas vão ser diferentes um dia. Vou ser rigoroso com meu dinheiro e e nunca mais vou emprestar dinheiro para alguém.

Estarei de volta.

A sorte vai mudar

Tem que mudar.

Não sei como fazer outra coisa.

 

Leia mais:  

irish open
Jogue no Irish Open

Moses
Poker e a bíblia

texas hold'em


Guia de Texas Hold'em Poker

poker melhor que sexo


Porque poker é melhor que sexo

 

Dear visitors,

Titan Poker does not accept players from your region.

Please contact our customer service team at support [at] titanpoker [dot] com for more information.

Best regards,

Titan Poker